banner11 banner22 banner33 banner44
Ghelman Dentistas

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES


" Como deve ser feita a limpeza da boca dos bebês. Ela precisa ser realizada mesmo sem dentes? " A limpeza deve ser feita muito antes de despontarem os primeiros dentes de leite. Deve ser realizada principalmente após a última mamada desde a primeira semana de vida. Como fazer a higiene: enrole no dedo indicador uma gaze ou fralda de boca limpa umedecida em água filtrada, fervida ou mineral em temperatura ambiente. As gengivas devem ser massageadas delicadamente, em movimentos lentos de vaivém. Os hábitos de higiene oral devem ser realizados e incentivados desde cedo.

" A anestesia usada pelo dentista pode me trazer algum problema? " Os anestésicos usados em odontologia, quando consideradas as técnicas e doses apropriadas, não costumam provocar nenhuma complicação para os pacientes. Porém existem alguns grupos de pacientes, como gestantes e cardíacos (hipertensos), que merecem atenção redobrada do dentista. Esses pacientes geralmente são tratados com anestésicos mais cautelosos devido às suas condições sistêmicas. As técnicas anestésicas podem ter efeito curto, médio ou longo. Cada técnica tem sua indicação e o dentista escolherá a melhor opção para oferecer o maior conforto possível para o paciente.

" Qual o tempo de vida útil de uma escova dental? " A escova dental é peça fundamental para a realização de uma higiene bucal adequada. Aliada ao creme e fio dental, é responsável pela desorganização e eliminação de placa bacteriana, responsável pela maioria dos problemas bucais. Quando as cerdas da escova começarem a perder sua forma original ela deve ser trocada, pois funcionalmente ela já não será tão eficaz. Uma escova dental dura em média de um a dois meses. Vale lembrar que se deve atentar para uma técnica correta de escovação dos dentes e para a freqüência que esta escovação é realizada.

" Por que um dente com o canal tratado pode doer? " O tratamento endodôntico, popularmente conhecido como tratamento de canal, elimina a sensibilidade do dente, pois o seu objetivo é remover todo o conteúdo pulpar (nervo, arteríolas e vênulas). O objetivo é se obter uma boa antissepsia do conduto radicular e obturá-lo de forma que não exista espaço para crescimento bacteriano. A dor que pode vir de um dente com canal tratado não é uma dor pulpar, mais sim de estruturas adjacentes ao dente, como o ligamento periodontal, que envolve a raiz e osso alveolar, local onde o dente está ancorado. Essas dores podem significar, geralmente, a presença de um processo infeccioso ou trauma em excesso no dente em questão, podendo também representar fratura da raiz dental. Dependendo do caso, um retratamento endodôntico pode ser indicado, assim como um ajuste na oclusão dos dentes e até mesmo a extração do dente em casos mais severos.

" Todos os molares permanentes das crianças devem receber selantes? " Os selantes são materiais usados para evitar o aparecimento da cárie dental. Geralmente contém flúor na sua composição, que é o principal agente preventivo contra a cárie. O selante, como o próprio nome diz, serve para selar sulcos, fissuras e cicatrículas existentes na oclusal (topo) dos dentes posteriores (pré-molares e molares). Não existe regra para selar ou não selar os dentes, porém alguns critérios devem ser avaliados para sua utilização como: atividade de cárie, higiene oral, profundidade e pigmentação de sulcos, cicatrículas e fissuras, dentre outras.

" Existe a possibilidade de haver rejeição nos implantes? " A rejeição é um fenômeno de defesa do homem que reage contra tecidos ou organismos vivos que invadem ou são colocados em nosso corpo. A rejeição pode ocorrer nos transplantes de órgãos, quando um doador não apresenta compatibilidade genética com o receptor. O sistema imunológico identifica o órgão transplantado como estranho ao corpo e reage com os anticorpos atacando este elemento estranho ao sistema. Nos casos dos implantes o material de fabricação, o titânio, é um material aloplástico, totalmente inerte e biocompatível; conseqüentemente não ocorre rejeição.



ENDEREÇO


Edifício Ipanema 2000
Rua Visconde de Pirajá, 547 / 621
Ipanema - Rio de Janeiro
E-mail: michel@ghelmandentistas.com.br
Telefones: (21) 2294-3355 / (21) 2512-2216 / (21) 2512-1109

CRÉDITOS


Copyright© 2014 Ghelman Dentistas
Todos os direitos reservados

Criação: Owns Digital