banner11 banner22 banner33 banner44
Ghelman Dentistas

ENDODONTIA


P: Em recente visita ao meu dentista, por causa de uma cavidade bem grande em um dente, fiquei sabendo que é preciso tratar o canal do mesmo. Isto pode ocorrer mesmo sem o dente estar doendo, como é o meu caso?
- Lourdes ( Petrópolis )

R: Provavelmente o que seu dentista planejou foi o tratamento endodôntico (canal) em conseqüência de uma necrose pulpar. A necrose pulpar, ou seja, a morte da polpa dental, ocorre por alguns motivos, como trauma no elemento dental e doença nas gengivas, mas a maioria dos casos é resultado de lesões cariosas que alcançam grandes dimensões e conseguem infectar a polpa dental, que após um período sem tratamento necrosa. Geralmente a inflamação decorrente da infecção pulpar faz com que o paciente sinta dores intensas e sua progressão poderá ser a morte da polpa. A necrose pulpar pode causar danos não só ao dente, mas também ao osso de suporte e outras estruturas do organismo, pois a infecção funciona como um sítio de microorganismos que podem causar infecções até mesmo a estruturas distantes da cavidade oral. É indicado, nesses casos, um tratamento endodôntico o mais breve possível para a eliminação desse foco infeccioso.


P: Tenho constantes problemas nos joelhos e não consigo praticar esportes direito. Um médico disse que pode ter relação com alguma infecção nos meus dentes. Isso é possível ?
- Juari ( Rio de Janeiro )

R: A boca é um órgão que está intimamente relacionado com outras partes do organismo. Infecções dentárias geralmente levam à formação de um foco infeccioso onde há a presença de um grande número de bactérias agredindo o organismo. Essas bactérias, alojadas no sítio infeccioso através da corrente sangüínea, podem chegar a outras partes do organismo, causando alterações no local. Geralmente, os focos infecciosos causam problemas nas articulações, tanto do braço quanto da perna e no coração, principalmente em pessoas com alterações nas válvulas cardíacas. Um exame clínico detalhado, assim como um exame radiográfico completo, pode detectar a presença de focos infecciosos. O tratamento é inicialmente endodôntico (canal) ou em casos mais severos ou reincidentes, cirúrgico. Porém, há casos que o fator causal da infecção não vem do dente, e sim dos tecidos que o circundam, o periodonto. Nesses casos, o tratamento proposto é uma terapia periodontal apropriada para a eliminação do problema.



ENDEREÇO


Edifício Ipanema 2000
Rua Visconde de Pirajá, 547 / 621
Ipanema - Rio de Janeiro
E-mail: michel@ghelmandentistas.com.br
Telefones: (21) 2294-3355 / (21) 2512-2216 / (21) 2512-1109

CRÉDITOS


Copyright© 2014 Ghelman Dentistas
Todos os direitos reservados

Criação: Owns Digital